quinta-feira, maio 31, 2007

Toile de Jouy






Porquê que eu gosto tanto, tanto deste padrão de tecido...Porquê??? Porquê é que eu não guardei as cortinas e as capas dos sofás da minha mãe...Porquê???
Metros e metros de "Toile de Jouy", só para mim....Não tinha que dividi-lo com ninguém...Era todo meu....Porquê??!! Porquê???!
(Agora para ser mais internacional) Why? Why? Now i have to pay lots of cash for the fabric....Why...Why???
You stupid women!!

terça-feira, maio 22, 2007

Elle Deco






Banheiras High Tech no Dossier da Elle Deco de Maio.
É de sonhar...Até ficava toda enrugada de passar a vida na banheira....
Até ganhava escamita....
Como sou pobre!!!
Sim porque se soubessem os preços.... ( De 1.000 aéreos, a 23.000 aéreos, é vê-los a voar..)
Sou mesmo pobre....Ó pobreza....
Haja banheiritas....normalitas...

Micasa...es su casa!



Revista acessível, com renovações de casas "reais" fabulosas...

Casa Diez





Acessível, prática, acessível, com idéias fabulosas, acessível, útil.....e.....acessível!

segunda-feira, maio 14, 2007

While shes sleeping...



Enquanto a minha Joaninha dorme, eu finalmente comecei a fazer os meus bonecos, juntei os meu botões, galões, rendas, tecidos, agulhas, fitas, linhas....
E Pufff foram saltando das minhas mãos....Será mais Ploc...

Sim porque a quantidade de bordados terapêuticos já davam para forrar uma divisão...
Sim, sim.... Eu bordo!

E adquiri outro vício.....Decoupage.

Agora com a quantidade de materiais tenho mesmo de arranjar um espaço.
E já arranjei um cantinho que está a ser remodelado...

Quando puder irei revelar aqui as minhas criações....

Tchannnann...

Bis

Tchannnann

domingo, maio 06, 2007

O colo da mãe..

Carreira gloriosa

Este texto chegou por email sem assinatura à jornalista Fernanda Freitas..

"... Qual é a sua ocupação?" Perguntaram-me, para preencher uns formulários.
Não sei o que me fez dizer isto; as palavreas simplesmente sairam: "Sou doutorada em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."
A funcionária fez uma pausa e olhou-me como quem diz que não ouviu bem...
Eu repeti..E reparei maravilhada, como ela ia escrevendo com tinta preta, no questionário oficial.
Posso perguntar, disse-me ela com interesse...."O que faz exactamente?"
Calmamante, ouvi-me responder.."Desenvolvo um programa a longo prazo, em laboratório e no terreno.
Sou responsável por uma equipa e já recebi quatro projectos. Trabalho em regime de dedicação exclusiva e o grau de exigência é de 14 horas por dia (para não dizer 24).
....
Quando cheguei a casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipa: - uma com 13 anos, outra com 7, e outra com 3.
Do andar de cima, pude ouvir o meu mais recente projecto (um bébé de 6 meses) a testar uma nova tonalidade de voz.
Senti-me triunfante....
Maternidade.... que carreira gloriosa."